No extremo sul do continente americano, a 1.400 quilômetros de Buenos Aires, a viagem para Puerto Madryn é perfeita para explorar a Patagônia argentina. Protegida das ondas do Atlântico pelo Golfo Nuevo, a cidadezinha foi fundada em 1865 por imigrantes galeses.

Ela é a porta de entrada para a Península de Valdés, na província de Chubut: uma reserva natural de 4.000 km², tombada como patrimônio mundial da Unesco, em 1999.

Este porto, que faz parte das rotas dos navios Celebrity Eclipse e Celebrity Silhouette, nos cruzeiros para a Patagônia Argentina, está cercado de colônias de pinguins e pássaros. Além disso, também é base de lançamento para avistar baleias e outros animais marinhos, como lobos marinhos.

A seguir, um roteiro para um dia perfeito em Puerto Madryn com a Celebrity Cruises:

8h – Encontro com as gigantes do mar

De junho a dezembro, o maior espetáculo do cruzeiro para a Patagônia Argentina acontece nas águas frias do Atlântico, nas imediações da Península de Valdés. De Puerto Pirámides (a cerca de uma hora de carro de Puerto Madryn) partem as expedições em lanchas.

O objetivo é avistar a baleia-franca-austral, que pode medir até 16 metros de comprimento e a pesar 40 toneladas. O passeio, feito em grupos reduzidos, costuma durar cerca de 1h30. É comum que as gigantes façam suas “acrobacias” pertinho dos barcos. Não à toa, usar uma capa impermeável é fundamental.

Com sorte, ainda pode pintar uma orca pelo caminho, além de focas e leões-marinhos preguiçosos tomando um solzinho nas praias e pedras.

11h – Visita aos leões-marinhos

Outro passeio essencial para sua viagem para Puerto Madryn é dar um pulinho em Punta Loma. Povoada por uma numerosa colônia de lobos-marinhos, fica a cerca de 20 quilômetros do centro. Os bichões podem ser avistados do alto de uma falésia, na praia.

Os passeios até lá ainda costumam fazer paradas na praia de Kaiser (com boas dunas para o sandboard). Mas também passam em pontos de observação de pássaros.

Outra boa pedida, que requer mais horas de empenho, é esticar até Punta Tombo, 180 quilômetros ao sul de Puerto Madryn. A região abriga a maior pinguineira da América do Sul. Lá, estão concentrados mais de 1 milhão de pinguins-de-magalhães de agosto a abril.

12h – Pausa para o almoço na viagem para Puerto Madryn

Aproveite a hora do almoço para provar a grande variedade de peixes e mariscos que compõem a culinária local. Mexilhões, vieiras, lulas, “navalhas” e outras delícias costumam ser servidas em restaurantes simples e acolhedores. Um deles é o Mariscos del Atlantico.

14h – Cara a cara com a fauna marinha 

Um dos pontos altos da viagem para Puerto Madryn é o mergulho com snorkel ou cilindro com os lobos-marinhos de Punta Loma. Extremamente simpáticos, os animais costumam chegar pertíssimo dos mergulhadores. E até dar mordidinhas (de leve!) na roupa de neoprene.

A experiência dura cerca de 40 minutos, e a presença dos animais é garantida. A região também é famosa por seus naufrágios, que podem ser explorados por mergulhadores certificados ou em processo de batismo.

16h – Passeio na praia

A longa faixa de areia da Playa Las Canteras acompanha toda a extensão da cidade e convida a um passeio despreocupado. Entre junho e dezembro (e, principalmente, entre setembro e novembro), não é raro ver as baleias-francas-austrais nadando tranquilamente em frente à cidade.

Capriche no zoom da câmera e tenha um binóculo em mãos. Esse é um acessório essencial em um cruzeiro para a Patagônia Argentina. Para conhecer todos esses passeios, organize sua viagem para Puerto Madryn com a Celebrity Cruises. Se quiser conhecer outros destinos fantásticos, veja nossos roteiros para Santorini, Barcelona e Galápagos.

Posts relacionados

Um dos destinos adicionados recentemente ao portfólio da Celebrity Cruises, o cruzeiro para Santa...

A terceira maior cidade da Croácia (depois de Zagreb e Split) é uma das grandes novidades nos...

Um dos destinos mais espetaculares incorporados recentemente pela Celebrity Cruises, Náuplia será...

Deixe o seu comentário